Discipulado – você está certo disso?

Imprimir
PDF

editorial-658

Editorial da Semana: Fabio Grigorio

Nos últimos anos temos tido a alegria de ver várias pessoas iniciando um processo de discipulado e é muito bom ver o crescimento e amadurecimento acontecendo, como fruto deste investimento. Certamente são pessoas que entenderam que o discipulado não é um entretenimento, um bom momento para distração, ou mais uma programação agradável de ser cumprida periodicamente com o seu discipulador ou mesmo uma ocasião para se colocar a conversa em dia e ouvir algumas coisas que podem até ser “interessantes”. São pessoas que compreenderam que o discipulado é o caminho para o crescimento espiritual e que envolve um compromisso dos discípulos e discipuladores.

Ao olharmos para os doze discípulos de Jesus (Mt 10.2-4) e o que as Escrituras registram sobre o envolvimento e desenvolvimento de cada um, encontramos um que parecia “não estar muito certo” do que era ser um discípulo de Jesus, “não estava muito certo” se queria fazer parte deste grupo e assumir as responsabilidades envolvidas, nem mesmo se estava disposto a “pagar o preço” que poderia ser exigido. Em um momento da história, quando Maria derrama sobre os pés de Jesus um frasco de nardo puro, a reação de Judas Iscariotes (Jo 12.4-6) revela o tipo de discípulo que ele estava disposto a ser, revela também o quanto ele havia compreendido acerca do verdadeiro chamado para ser um seguidor, um imitador de Cristo. Se Judas não estava certo de que queria ser um discípulo de Jesus fica ainda mais evidente no momento em que ele ignora não apenas os ensinamentos do seu Mestre, mas, ignora e age traiçoeiramente entregando-O aos chefes dos sacerdotes em troca de algo puramente material (Mc 14.10-11). Um discípulo equivocado, que optou por abrir mão do que de fato tinha valor, para ficar com o passageiro, efêmero e que só lhe traria culpa, remorso e um fim trágico (Mt 27.35). Em nada disso Jesus foi surpreendido, pois conhecia bem o coração dos homens (Jo 2.24), os propósitos do Pai e Sua vontade, e veio para cumpri-la (Jo 6.38-40).

Certa vez Jesus disse aos Seus discípulos: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontra” (Mt 16.24-25). O chamado para ser um discípulo foi feito para Judas, para mim e também para você. A pergunta a ser feita é: Você está certo disso? Como igreja queremos lhe ajudar nesta caminhada como discípulo do Senhor Jesus. Uma ação específica que tem sido tomada é a formação de vários grupos de discipulado, em que pessoas se encontram com um discipulador com o propósito de estudar a Palavra de Deus, compartilhar dos desafios pessoais, orar uns pelos outros e juntos caminharem na mesma direção, rumo ao amadurecimento.

Se você tem interesse em fazer parte de um desses grupos, entre em contato conosco. Temos informações no site da igreja e nos próximos domingos (01, 08 e 15/05) teremos nossa equipe de plantão nos balcões próximo à saída da capela, para orientá-lo no que for necessário. Discipulado, não fique na dúvida, certifique-se e se ENVOLVA!

 

part1



part2


part3


ÚLTIMO VÍDEO

Veja tudo o que disponibilizamos

TESTEMUNHOS

  • Koinonias

  • noticias