Qual terapia devo buscar?

Imprimir
PDF

editorial-621

Editorial da Semana: Oswaldo Carreiro

Essa pergunta é cada vez mais comum com tantas ofertas disponíveis no mercado evangélico contemporâneo. Se procurar na internet, você encontrará facilmente muitas e variadas ofertas: Terapia focada nas emoções, terapia cognitivo-comportamental e vários outros modelos que os cristãos utilizam. Para muitos, os problemas emocionais deveriam ser resolvidos somente por profissionais ou especialistas, ainda que não tenham qualquer compromisso com a verdade e aconselhamento bíblico. Que grande engano!

O aconselhamento bíblico, basicamente, é um ministério da Palavra pelo qual os cristãos ajudam os outros a entenderem como seu coração está respondendo ativamente a Deus em meio às suas circunstâncias específicas e como a fé em Cristo Jesus influencia ou muda tais respostas. Quando alguém se relaciona corretamente com Cristo, por meio do evangelho, seu coração é transformado progressivamente para se relacionar de modo correto com Deus, consigo mesmo, com os outros e com as circunstâncias a sua volta.

O aconselhamento bíblico lida com os pensamentos, as crenças, os desejos, as escolhas, sentimentos, as decisões e as ações de uma pessoa à luz da vontade revelada de Deus em Sua Palavra quanto ao modo como as pessoas devem funcionar e viver. Certamente que analisar as questões complexas da vida exige sabedoria ao aconselhamento. Mas, essa sabedoria essencialmente nos é dada por Deus! Veja o que o apóstolo Pedro nos diz: Visto como, pelo seu divino poder, nos tem sido doadas todas as coisas que conduzem à vida e à piedade, pelo conhecimento completo daquele que nos chamou para a sua própria glória e virtude, pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis coparticipantes da natureza divina, livrando- vos da corrupção das paixões que há no mundo... - 2 Pe 1.3,4

Além disso, o aconselhamento bíblico é guiado inequivocamente e fundamentalmente pelo conceito bíblico de Deus e de seu propósito para com as pessoas. Livrar-se do problema não é o foco principal! Cristo é o meio e o alvo da mudança (Cl 1.28). Ainda que os problemas humanos possam ser complexos, o aconselhamento bíblico trata de questões relevantes como orgulho, cobiça, ira, medo, ansiedade, vingança, insensatez, avareza, idolatria, sofrimento, imoralidade e várias outras questões profundas ligadas ao coração, que não são tratadas por terapias seculares ou mesmo por terapias cristãs que não tem qualquer compromisso com a suficiência e autoridade das Escrituras (1Ts 5.14). A maioria das terapias se ocupam simplesmente em aliviar sintomas. Mas, Deus e o aconselhamento bíblico, oferecem e possibilitam mudanças profundas e permanentes.

Permita-me lhe perguntar: Como você tem aconselhado seus irmãos? Qual é o seu aconselhamento? Qual a fonte dos seus conselhos? A quem você tem recorrido ou quem você indica para tratamento dos problemas da alma? Lembre-se que aconselhar biblicamente é privilégio e responsabilidade de todo cristão (Rm 5.14). Invista no seu preparo e aproveite as oportunidades que Deus dá a você para aconselhar biblicamente!

 

 

part1



part2


part3


ÚLTIMO VÍDEO

Veja tudo o que disponibilizamos

TESTEMUNHOS

  • Koinonias

  • noticias