Ezequias e a Carta de Senaqueribe

Imprimir
PDF

letterEditorial da Semana: Héber Diniz

Há uma narrativa nos livros dos Reis (2 Rs 19-14.16) que me inspira muito diante das dificuldade e desafios da vida.

Senaqueribe, o rei da Assíria, planejava invadir Judá e como forma de afrontar e assustar os judeus ele enviou uma carta bastante ofensiva, dizendo que não haveria como o povo escapar das suas mãos.

O rei de Judá, Ezequias, que temia o Senhor, fez algo muito interessante: tomou a carta, levou-a ao templo, estendeu-a perante o Senhor e orando clamou que o Senhor mesmo visse as palavras ofensivas daquela carta e agisse em favor do seu povo. E Deus assim o fez, trazendo um grande livramento a Ezequias e a todo o povo de Judá. É claro que Deus já sabia tudo o que estava acontecendo, mas a atitude de Ezequias nos ensina muito sobre depender e entregar tudo a Deus.

Muitas vezes, o meu coração está cheio de medo, preocupações, dúvidas e outras coisas que podem se tornar um grande fardo.

Nestas horas, eu faço como Ezequias: escrevo tudo num papel, estendo diante de Deus e clamo: “Senhor, estas são as coisas que tem me perturbado. Estou entregando tudo a Ti, reconhecendo tua soberania, graça e poder. Me ajude a descansar em Ti no que está fora do meu alcance e agir de modo correto naquilo que está ao meu alcance”.

Na próxima vez que você estiver se sentido acuado, ou sem forças, experimente fazer como o rei Ezequias!

Não é uma fórmula mágica... longe disso. Mas é uma sugestão bem prática de visualizar os problemas e entregá-los a quem tem todo o poder!

Que Deus nos abençoe!

Héber Diniz